Com o crescimento constante das plataformas de redes sociais e a total dominação das marcas em busca de novos consumidores, é natural que todos os anos tenhamos novas tendências de comportamento.

Assim sendo, as estratégias das marcas precisam ser atualizadas para garantir um bom engajamento.

As tendências para 2019 refletem muito o que as marcas aprenderam no ano passado – desde mudanças nos algoritmos ao aprendizado sobre outras formas de se comunicar com o público.

Com a concorrência cada vez maior pela atenção desse espectador, é primordial que as marcas se adaptem a estes aprendizados se quiserem permanecer competitivas.

Por isso, separamos algumas tendências para redes sociais em 2019, veja agora!

Influencers continuam dominando as redes sociais

Os influencers já se estabeleceram como grandes porta-vozes das multidões virtuais.

Quando conseguem um público grande, estes profissionais garantem muitos milhares de Reais (ou Dólares, caso você queira contratar um influencer internacionalmente conhecido) através da publicidade.

A questão é que, quanto mais ficam conhecidos e mais concorridos, a utilização dos influencers em campanhas fica mais cara– especialmente para marcas de porte pequeno e médio.

Por isso, prepare-se para a chegada dos micro influencers: eles têm menos seguidores, porém um nicho muito específico e um poder de engajamento que pode ser ainda maior do que os grandes influenciadores –  e custam bem menos da verba de marketing das empresas.

Outra boa notícia, além do fator orçamentário, é que eles estão em praticamente todos os nichos ou subnichos do marketing digital.

Podem estar focados em uma localidade ou serem reconhecidos nacionalmente – ou até mundialmente.

Mas fica uma dica: como já possuem o respeito de sua audiência, nem sempre promovem qualquer marca – eles escolhem o que divulgar, de acordo com o que acreditam e o que combina com seus seguidores.

Vídeos e conteúdos audiovisuais

Se há uma coisa que podemos perceber com o total domínio dos vídeos no Youtube e o crescimento constante de usuários do Instagram TV é que o consumo de conteúdos audiovisuais está em alta – e tende a continuar crescendo.

Conteúdo em texto e até mesmo blogs continuarão sendo consumidos, porém podemos esperar ainda mais vídeos, podcasts e lives sendo disponibilizadas para o público – e também viralizando.

Por isso, ao criar sua estratégia para gestão de redes sociais este ano, garanta dedicar parte da sua verba para este tipo de conteúdo.

Dica: preste atenção também no formato vertical – com o IGTV e Stories, os vídeos deixaram de ser exclusivamente horizontais como costumavam ser, imitando o formato da televisão.

Adeus seguidores falsos!

Sendo uma estratégia muito utilizada por marcas para fazer seus canais crescerem, os falsos seguidores estão com os dias contados.

Há poucos meses o Instagram anunciou que começou a remover curtidas, seguidores e comentários de contas não-reais, que tipicamente têm origem em aplicativos de terceiros que vendem serviços para inflar números.

Em 2019, o que importará realmente para o sucesso da marca no Instagram é o engajamento.

Por isso, o foco deve ser em crescer a comunidade de seguidores organicamente e interagir com os seguidores já existentes – a exemplo dos micro-influencers, vale mais ter uma audiência engajada e que respeita a marca.

Mensagens e chatbots

Todos já sabemos que a tendência dos chatbots chegou para ficar.

Mas além deles outro canal que merece muita atenção é o próprio Facebook Messenger – nativo e que oferece alguns comportamentos automatizados para facilitar o trabalho das marcas, ele possibilita muito engajamento com o público.

Após ser adotado como uma ferramenta unicamente de resposta a perguntas, pode tornar-se uma forma proativa de entregar conteúdos diretamente a quem se interessa por ele.

Essa foi uma alternativa criada para competir com o envio de mensagens em massa do Whatsapp, definida e gerenciada por um software de automação denominado Máquina de Vendas.

Marcas mais humanas

O público não quer mais conteúdo publicitário.

Ele deseja entender o que a marca compartilha, as experiências que ela promove e se identificar com as histórias que ela conta.

Por isso, o storytelling é fundamental, junto com um branding mais humano.

As empresas que conseguirem envolver seu público através de histórias inspiradoras e que pareçam reais e pessoais tendem a ter maior chance de alto engajamento – e, consequentemente, de sucesso a longo prazo.

Conclusão

Estas são cinco macro tendências para incluir no seu planejamento de gestão de redes sociais para este ano.

E lembre-se: independente das tendências o importante é engajar sua marca com o público e construir relações duradouras e de confiança com ele.

Espero que tenha gostado do artigo! Se tiver dúvida ou sugestão pode deixar um comentário aqui embaixo.E


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: