http://acesse.vc/v2/149defc26f5

Landing pages, na sua tradução literal, são páginas de aterrissagem ou destino, bem fluída e otimizada, responsável principalmente, por capturar o email de visitantes para transformá-los em leads qualificados e posteriormente, clientes com potencial de negócios.

Quer saber como construir a sua própria landing page persuasiva que converte qualquer visitante em lead? Continue lendo 🙂

A função de uma landing page

É simples.

Quando um usuário busca por algum assunto no Google e acessa um post no seu blog, por exemplo, esse post será para ele uma página de aterrissagem.

Já quando digita o endereço na barra de URL, “aterrissará” na home, ou página inicial.

Porém dentro do marketing digital, costuma-se chamar de landing page uma página criada com objetivo de converter, sem distrações.

Normalmente, essas páginas contém menos elementos para chamar sua atenção e links do que a página inicial de um site ou blog.

Isso é feito propositalmente.

O fato é que depois de conseguir levar um visitante para uma Landing Page, seu único objetivo com ele deve ser conseguir a conversão, seja para trabalhar com leads através do email marketing ou receber engajamento para mídias sociais, como curtidas no Facebook, por exemplo.

É isso que garante o sucesso dessas páginas. Pode perguntar pra qualquer um sobre a eficácia delas.

Como criar landing pages que convertem

Antigamente você precisava de um programador e web designer para criar sua página, e isso demorava mais do que o normal, pois são muitos detalhes otimizados para deixá-la pronta.

Porém já não é mais desse jeito hoje em dia. Foi-se o tempo em que criar uma landing page demandava um grande trabalho técnico.

Hoje basta apenas usar um software para a criação dessas páginas e em questão de minutos você pode colocá-las no ar rapidamente, sem burocracia e com muita economia de tempo e dinheiro.

Veja abaixo, 4 dicas para criar landing pages que convertem:

Escolha muito bem o design

Um layout bem feito pode impactar muito nos resultados de uma landing page, afinal, é a primeira coisa que o visitante observa quando entra no site.

O modelo que você escolher deverá estar diretamente relacionado ao tamanho do texto, quantidade de itens, imagens, formulário, etc.

Observe também a relação da identidade visual com sua empresa. Não esqueça que o visitante deve sempre lembrar do seu negócio. Nesse detalhe, recomendo estudar sobre a psicologia das cores.

Adicione informações úteis, sem distração

Como já dito, o foco principal de uma landing page é a conversão, ou seja, fazer com que o visitante lhe entregue os dados de contato em troca do material de valor que você está oferecendo.

Tendo isso em mente, adicione na página somente aquilo que ajuda a convencer o usuário a inserir seus dados.

Escreva call to actions poderosas com técnicas de copywriting, benefícios que o visitante recebe ao baixar o material, prova social de quem já baixou (em alguns casos) e imagens pequenas que despertem o interesse do mesmo.

No formulário, dependendo da seu segmento, peça apenas o contato mais utilizado pela sua persona.

Normalmente, o email e o nome do visitante já basta, mas alguns negócios precisam também do telefone e outros dados.

Não coloque distração, como links para seus posts ou de outros sites.

Crie ótimas páginas de agradecimento

Depois que o visitante é convertido em lead, automaticamente é redirecionado à uma “página de obrigado”, onde a empresa que está oferecendo o material agradece pela confiança de tal ação.

Mas a dica é: continue convertendo também nessa etapa! Não fique só no agradecimento.

Procure oferecer outro tipo de material rico que complemente o primeiro já fornecido, ou também, uma forma de contato com você ou algum consultor.

Isso permite quebrar o gelo entre empresa e consumidor, além de fazer com que o contato possa avançar de nível dentro do funil e acelerar naturalmente a confiança no seu negócio online.

Faça testes A/B

Como falar de landing page de alta conversão sem citar os famosos testes a/b? Praticamente impossível.

Se você já conheceu sua persona – público alvo – viu que cada usuário interage de forma diferente com seu negócio, e mais, em diferentes etapas.

Ou seja, o trabalho fica mais difícil de controlar se não houver testes em diferentes situações.

Por essa razão, todos os elementos da sua página de destino precisam ser testados com muito cuidado para garantir os melhores resultados, sem afetar negativamente o lead.

Sabemos que um processo bem cansativo se for feito manualmente, por isso recomendamos o uso da plataforma Leadlovers, que já possui modelos de testes a/b prontos.

Basta você escolher o template que mais lhe agrada e substituir as seções pre-definidas.

Caso prefira, pode também construir uma do zero, do seu jeito.

Não esqueça de acompanhar as taxas de conversão e fazer testes.

Existe um ditado antigo que diz que nada é feito só uma vez, sempre pode melhorar! Então, dê o seu melhor!

Conclusão

Trabalhar com landing pages sempre foi uma ótima ideia, pois seu foco principal é a geração de leads, e é isso que garante a estabilidade e escalabilidade de um negócio online.

Se você gostou do post, mostre pra gente através de um comentário como estão suas páginas de captura.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: