Inbound marketing ou marketing de atração, é uma estratégia de marketing digital feita para atrair potenciais clientes, através do seus três principais – mas não únicos – fundamentos: marketing de conteúdo, SEO e redes sociais. Esta é sua definição.

Antigamente, quando ainda não existia o marketing digital, o conceito e aplicação do marketing simples era bem escasso.

Quase todos os empreendedores corriam atrás dos seus clientes – que é o famoso outbound marketing – causando na maioria das vezes, um transtorno enorme.

Claro que com a evolução da tecnologia isso foi mudando e hoje, os mesmos empreendedores que passaram por essa experiência e também os novos que estão começando em áreas desse segmento, preferem utilizar o marketing de atração.

Ou seja, fazem com que os clientes venham atrás de seus produtos e serviços utilizando as três principais estratégias citadas aqui no início do texto, garantindo assim, melhor performance e resultados.

Vamos aprender um pouco mais sobre como aplicar o inbound marketing no seu negócio?

Processo e princípios do Inbound Marketing

Para poder trabalhar com sucesso no I.B é necessário entender e passar por algumas etapas de base.

São elas que garantirão a entrega do conteúdo da sua empresa para os consumidores certos, na hora certa, pelos canais certos.

O processo correto é:

Atração e geração de tráfego

Começando a partir do reconhecimento da persona, que é o público alvo do seu negócio online.

Você e sua equipe deverão fazer pesquisas sobre o mercado e entender como a persona se comporta em relação a ele. Ou seja, quais são as dificuldades, as objeções em comum e o tipo de solução que ela deseja obter.

No inbound marketing, existem 4 principais fontes de tráfego para atrair os usuários certos, no momento em que eles estiverem procurando por você. São elas:

1.1 – blog: ele é o elemento chave para o marketing de conteúdo, o qual lhe trará tráfego orgânico, sendo a primeira e mais recomendada opção numa estratégia de inbound marketing.

Então, para ser encontrado pelo cliente, você deve criar conteúdo educacional, relevante e bem completo, com o intuito de responder da melhor forma possível, a dúvida do mesmo, seja através de um post, um e-book para dowload, infográfico, etc.

Use o 12minutos para obter ideias novas de conteúdo e fazer a diferença no seu segmento.

Seu conteúdo deve ser tão convincente a ponto de levar o visitante para o próximo passo, que é a conversão de leads (veremos adiante).

1.2 – SEO: ou otimização para mecanismos de busca, que faz parte da coerência de uma estratégia com blog ou site, do item 1.1.

Utilizando as técnicas corretas de SEO, sua página principal e seu conteúdo têm a oportunidade de ficar numa posição privilegiada (em 1º ou 2º lugar) nos grandes buscadores, como Google, por exemplo.

Por essa razão, você deve garantir que seu conteúdo é o melhor da área e que seu site ou blog esteja em destaque (nas primeiras posições), afinal, quase todos os consumidores iniciam um processo de compra através deles.

1.3 – mídias sociais: depois de publicar conteúdo em seu blog, independente do formato, a primeira dica para chamar a atenção do seu público é convidá-los a visitar seu blog utilizando mídias sociais.

Linkedin, Facebook e Google Plus são as preferidas em termos gerais.

Ora, milhões de pessoas utilizam elas todos os dias, seria falta de sabedoria deixá-las de lado, Além de que, mídias sociais possuem o melhor tipo de engajamento entre empresa-cliente ou empresa-empresa – B2B e B2C.

Então crie um perfil completo nelas e mande ver no compartilhamento do seu conteúdo!

1.4 – links patrocinados, que é a utilização das plataformas de anúncio, como o Google Ads.

Através deles sua empresa têm uma certa vantagem nos buscadores em relação aos seus concorrentes, mas só por um curto período, pois está cada vez mais caro.

Eles são simples de utilizar e você pode começar com poucos recursos, aumentando de acordo com o seu ROI (retorno sobre investimento).

Além disso, possuem ferramentas próprias que facilitam a análise e mensuração de resultados.

1.5 (bônus) – plataforma Hotmart

Nela, você tem a oportunidade de elaborar um curso online profissional com ajuda de vários co-produtores e parceiros verificados.

O intuito é mostrar que seu conhecimento pode ser divulgado ao mundo inteiro se realmente for merecedor disso, por isso, a equipe da Hotmart já deixa tudo estruturado para que você simplesmente ponha a mão na massa e trabalhe.

As principais plataformas que oferecem links patrocinados são Google Adwords, Bing Ads, Outbrain, Taboola e Yahoo Ads.

1.6 (bônus) – coaching

É algumas vezes esquecida, mas essa estratégia de inbound tem a capacidade de fornecer ótimos resultados para o seu marketing.

Colocamos ela em ação por meio de seções ao vivo com personas interessadas, e a partir daí mantemos uma relação de crescimento. O programa profissão coach tem ajudado muitas pessoas com esse processo, recomendo conhecer.

Transformar visitantes em leads

Leads são clientes com potencial de compra, fundamentais em uma estratégia de inbound marketing.

Nessa fase são usadas as  etapas do funil de conversão, onde você atrai a atenção do público e captura o contato – geralmente nome e email – para transformá-lo em leads qualificados.

Você deve estar se perguntando: “mas como fazer isso?”

Bom, muito simples: oferecendo algo de valor em troca, uma oferta irrecusável.

É então nessa parte, que utilizamos o conteúdo produzido para agregar valor e responder perguntas ou problemas do visitante e futuro cliente, através de algumas etapas.

Etapa 1: CTA ou call to action, que significa chamada para ação.

Geralmente são feitas em imagens ou botões de destaque no meio ou final de textos ou vídeos após a descrição da oferta. Você deve fazer uma ótima CTA atraente para convencer o visitante a clicar nelas.

Etapa 2: landing pages, ou páginas de destino. É nelas que seu público alvo é enviado após clicar na call to action.

É também nessa página onde a oferta irrecusável se torna visível e real, com mais elementos e cores que ajudam no convencimento e conversão do lead para que este envie o contato a você ou seu time de vendas.

Etapa 3: lista de contatos, para organizar cada subscrição feita na landing em uma plataforma com banco de dados.

Nessa plataforma é possível identificar e organizar cada lead de acordo com suas intenções, em diferentes etapas do funil, visando oferecer sempre a melhor solução.

Para esse trabalho extenso, recomendamos a plataforma Leadlovers, que automatiza tudo sem stress.

Converter leads em clientes

Enfim, chegamos na terceira etapa, onde acontece o fechamento da venda do seu produto ou serviço.

É algo um pouco demorado, mas agora que você já tem o público certo “nas mãos” fica bem mais fácil transformá-los em clientes ativos e verdadeiros.

Para fazer isso de forma profissional, usa-se normalmente estratégias de email marketing, onde você alimenta a comunicação com o lead (nutrição) através de uma série de emails com conteúdo relevante, afim de convencê-lo da compra.

Atualmente, pequenas, médias e grandes empresas optam por trabalhar dessa forma utilizando ferramentas de automação de vendas – igual a Leadlovers – pois a demanda na internet é muito grande para comunicar-se manualmente 1 contato por vez.

Fidelizar clientes

É aqui nessa fase que você tem a oportunidade de ganhar o cliente de uma vez por todas!

Como?

Oferecendo a eles oportunidades irrecusáveis de engajamento, através de materiais extras e ricos em conteúdo, além de acesso à recursos vip, onde só quem faz parte do seu negócio pode acessar.

Leve essa etapa muito a sério, pois a maioria das empresas simplesmente vendem seus produtos ou serviços e depois esquecem do cliente que comprou.

É uma dó ter que entregá-los de ‘mão beijada” para seu concorrente, afinal, os consumidores também evoluem e, com o passar do tempo terão novas dúvidas, objeções.

Por isso o ideal é mantê-los sempre ativos e ligados ao seu negócio.

As estratégias que mais funcionam nessa etapa são:

  • uso das redes sociais, pois permitem um contato direto e atendimento ao cliente em tempo real (isso faz muita diferença)
  • email marketing, que é o mais ideal para médio-longo prazo, afinal, todo mundo acessa o email pelo menos uma vez por dia.

Conclusão

Estude muito sua persona através das ações que elas tomam nos seus canais digitais – blog/site, canal no Youtube, etc – e foque na produção de conteúdo dos mais diversos formatos, seja posts, ebooks, guias digitais, etc.

Fique atento também, as novidades do seu segmento e observe o que seus concorrentes estão fazendo.

O que pode ser melhorado? Depois de descobrir isso, aplique no seu negócio e seja um diferencial!

Espero que você tenha gostado do nosso post. Qualquer dúvida é só comentar!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *