http://acesse.vc/v2/149defc26f5

Growth hacking é um dos termos mais pesquisados por empresas e startups que desejam crescimento rápido.

Mas você sabe o que esse termo significa?

O que é Growth Hacking?

Growth hacking é uma atividade que abrange um conjunto de estratégias de crescimento (formal e informal) liderada por um hacker, feita em grupo ou individualmente e que tem como objetivo principal, gerar resultados rápidos para uma empresa através de brechas ou oportunidades inexploradas no mercado.

É a famosa ideia de crescimento dos negócios pensando fora da caixa, algo na maioria das vezes inovador e com grande potencial de ganhos, principalmente dentro do segmento de marketing digital.

O que é Growth Hacker?

É o profissional responsável por idealizar e criar as novas oportunidades de crescimento para o produto ou serviço do projeto em que trabalha.

Geralmente exerce sua função com avançado conhecimento sobre um tema específico que ajude em seu projeto, mas sem utilizar métodos ou regras pré-estabelecidas, seja por ele ou por alguém.

Isso faz com que ele tenha mais liberdade para alcançar seus objetivos rapidamente, porque está mais preocupado em chegar na conclusão de um projeto ou meta, independente da estratégia ou técnica utilizada, do que desenvolver ou seguir alguma para então chegar à conclusão.

Empreendedores digitais costumam usar bastante a plataforma Leadlovers para auxiliar em algumas táticas, já que ela entrega quase tudo pronto quando se fala em estrutura para internet.

Aliás, se você tem vontade de começar um projeto na internet do zero, da maneira certa, conheça mais detalhes sobre o formula negócio online do Alex Vargas, o melhor treinamento avançado de empreendedorismo digital no Brasil.

O growth hacker é um profissional muito requisitado nos dias de hoje, principalmente porque a maioria das boas empresas querem crescimento e ganho financeiro rápido, não se importando com a maneira que isso vai ser feito, desde que seja legal.

Sabendo disso, vamos aos três fundamentos.

1º: Entregue um valor sem proporção

Esse é de quebra, o pilar mais importante em uma negociação ou transação final entre empresa e cliente final (relação B2C) ou empresa-empresa (relação B2B).

As vezes, durante a confecção e ajuste do produto ou prestação de serviço, a empresa pode esquecer-se de que o cliente sempre espera por mais quando pensa em realizar uma compra e esse é um ponto a ser observado, visto que está completamente ligado a satisfação e retorno perpétuo da pessoa ou empresa que escolheu negociar com você.

De acordo com Gary Vaynerchuk, para isso acontecer você deve estar disposto a criar, informar, engajar e também entreter o consumidor (ou comunidade), oferecendo-lhes pelo menos 51% de valor na relação.

Entregue sempre mais, de uma maneira diferente dos outros.

2º: Quebre regras, desafie dogmas

As vezes, uma simples crença pode fazer qualquer empresa estagnar ou retroceder.

Crenças puxam hábitos, que por sua vez entram na rotina e, quando isso acontece, as consequências vêm, sejam boas ou ruins.

Nicholas Drake, CMO da T-Mobile US é um dos nomes mais conhecidos quando falamos em growth hacking e a história dele pode servir de inspiração pra você.

Inicialmente, quando entrou na empresa, ele montou um time qualificado com o objetivo de criar soluções rápidas para superar a demanda e atingir maiores objetivos.

Um dos integrantes do time, que é piloto do UberRush foi uma das ideias que Drake usou para colocar seu objetivo em prática.

O projeto dele (que deu certo) era criar um sistema de pedidos online que chegassem ao cliente em pelo menos 3 horas, mas isso foi superado e o time bateu o recorde em 23 minutos.

Além disso, essa mesma equipe incorporou no mercado digital uma estratégia que muitos produtores de conteúdo usam hoje em dia, que é o rastreamento das experiências de compra por meio de conversas personalizadas com o cliente via chat.

Essa ideia foi incorporada na mais nova experiência digital humana para a empresa, que foi nomeada como T-Mobile Next Gen, o que aumentou a conversão online da mesma em mais de 300%, reduzindo ainda, a porcentagem de esforço que os consumidores tinham que fazer para começar e finalizar uma transação.

Antes da entrada de Nicholas para o time, esse resultado nem era esperado … mas ele pensou diferente, usou sua habilidade hacker e superou as expectativas da companhia em pouco tempo.

Com isso, podemos concluir que em qualquer negócio que formos entrar ou liderar, os mandamentos de growth para que ele seja bem sucedido são:

  • quebrar regras de forma inteligente;
  • desafiar dogmas – algo muito presente ainda hoje nas empresas – você precisa ser corajoso(a);
  • adaptar-se a situações, testar e aprender rápido;

Se você como hacker, obteve uma ideia inovadora e ela funcionou desde o começo, procure uma maneira de escalar isso o mais rápido possível, como por exemplo, usando KPI’s.

Caso ela não der certo por “n” motivos, o que é normal dentro do growth hacking, não fique tentando tirar as arestas, mas esteja disposto a mudar e ir para o próximo passo, em busca de uma nova solução.

3º: Tenha um bom produto

Se pararmos pra pensar, o growth hacking possui uma atitude similar a SEO, que são técnicas de otimização para ranquear uma página web no Google.

Como?

A companhia Google sempre conta com um time de experts que incentivam o pessoal de desenvolvimento a expandir cada vez mais a performance do algoritmo, para que o sistema consiga oferecer o melhor resultado ao usuário.

No growth hacking é semelhante e podemos afirmar que o segredo para se dar bem nessa estratégia é ter bons produtos e serviços a sua disposição.

Dessa maneira, você poderá desenvolver um plano de ação bem eficiente no curto prazo e oferecer mais resultados ao negócio que você desenvolve.

Então, faça um bom produto e preste um ótimo serviço sempre.

Conclusão

Sempre é desafiador elaborar estratégias de crescimento.

Temos que olhar para vários fatores ao mesmo tempo e conseguir ideias para se destacar da grande concorrência que a internet possui.

Porém, se você definir um grande objetivo, usar canais diversificados para pôr em prática e elaborar um projeto escalável, com certeza absoluta seus resultados irão aparecer e você ficará surpreso com a proporção deles.

E aí, você se identificou como um growth hacker?

Diz aí nos comentários, sua opinião é muito importante!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: