Com demasiada frequência, pessoas e empresas do marketing digital confiam em ferramentas de análise como o Google Analytics, exclusivamente nas métricas, para entender como está o desempenho dos negócios.

Portanto, as perguntas que fazemos a você são relativamente simples:

“Como estamos nos saindo nesse KPI?”; ‘Conseguimos este objetivo?’; “O tráfego e as conversões estão crescendo?”.

Nossas dicas abaixo oferecem algumas oportunidades para ajudar a expandir seus negócios, caso realmente queira isso.

Portanto, para este artigo, estamos assumindo que você já está em seu nível superior, relacionado ao tráfego e conversões.

Por isso, estamos nos concentrando em informar insights sobre seus clientes, seu marketing e sua empresa que você pode usar para crescer mais rápido.

Este guia falará especificamente sobre o Google Analytics e como ele poderá ajudá-lo a atingir seus objetivos em pouco tempo.

3 insights do Google Analytics para e-commerce

Há tantas oportunidades no marketing digital para aproveitar uma análise de negócios no comércio eletrônico que você tem quase todo o ciclo de vida do cliente disponível para fazer tudo funcionar.

Suas estratégias de otimização podem ser facilmente medidas com base nas vendas reais, algo que não está disponível em sites com foco apenas no branding.

Abaixo estão apenas algumas das oportunidades que essa análise oferece dentro do assunto.

# 1 Pesquisa interna do site

O primeiro lugar onde encontraremos novos insights é através do seu relatório de pesquisa interna do site do Google Analytics.

Isso mostra os termos que as pessoas pesquisam em seu website e é muito útil para determinar o que os clientes desejam ou sobre o que eles estão confusos.

Porém, é importante ressaltar que isso também vale para pesquisas orgânicas no Google, através do SEO, antes do usuário entrar em seu site/blog.

Aqui estão algumas perguntas a fazer quando você olha os dados:

  • Qual porcentagem de visitantes está realmente usando a barra de pesquisa no site? Se for um número alto, isso significa que eles estão lutando para encontrar o que precisam?
  • Quais são as pesquisas mais comuns? Você pode usar essas informações para melhorar suas campanhas do Google Ads? Ou existem campanhas criativas que você pode executar com base nessas consultas? Você poderia reorganizar alguns de seus produtos para incluir os que estão sendo pesquisados? Ou talvez eles estejam procurando por produtos que você tenha em estoque (produtos físicos), mas eles estão usando nomes diferentes. Independentemente do que você encontrar, recomendo que, caso veja pesquisas específicas acontecendo com frequência, tente pesquisá-las você mesmo para que você possa vivenciá-las diretamente.
  • Outra pergunta a ser feita é de quais páginas as pessoas estão pesquisando? A página inicial é de se esperar, mas há alguma que se sobressaia mais do que outras? Talvez você precise melhorar a experiência em algumas páginas em que as pessoas frequentam regularmente por meio de uma pesquisa.

Isso melhorou e muito a navegação aqui do blog Marketing Mestre.

# 2 Horário e Sessões para Compra

Nossa próxima área para encontrar insights é a seção “Tempo para Compra e Sessões para Compra”, dentro do Analytics.

Essa visualização permite que você veja quanto tempo demora entre uma pessoa visitar seu site e, finalmente, realizar a conversão.

Com um negócio online voltado para o comércio eletrônico, você realmente precisa entender bem essa jornada do cliente.

Aqui estão algumas coisas para se concentrar ao revisar essas informações:

  • Qual porcentagem de visitantes geralmente converte em sua primeira visita ao site? Essa pergunta sozinha pode ajudá-lo a determinar como você deseja priorizar os canais de marketing, que podem ser mais caros, mas direcionam o tráfego qualificado, especificamente à publicidade de pesquisa. Use um software de automação de marketing para facilitar o processo.
  • Em seguida, você deve determinar quantas sessões os visitantes geralmente precisam antes de estarem prontos para fazer uma compra e se há um período de tempo após o qual as pessoas simplesmente não fazem a conversão. Esta informação pode ajudá-lo a desenvolver efetivamente seu funil e também a descobrir maneiras de aproveitar o remarketing e o marketing por e-mail, que geralmente ocorrem após o reconhecimento inicial.

É essencial ter em mente que esses dados serão distorcidos até certo ponto pelo seu marketing atual.

O que você está procurando são dados que diferem do que você esperaria ver.

# 3 Ferramenta de Comparação de Modelos

Com a Ferramenta de comparação de modelos, você pode comparar diferentes modelos de atribuição.

Na minha opinião, um dos maiores erros que você pode cometer ao analisar seus dados no Google Analytics é pegar os dados de conversão pelo valor inicial.

É preciso combiná-los para entender o que o potencial cliente deseja.

Isso ocorre porque, por padrão, os dados do Google Analytics mostram suas métricas de conversão com base na interação do último clique.

E há muitas maneiras de distorcer seus dados e insights.

Em particular, ele geralmente dá muito peso aos caminhos de último clique mais comuns, como pesquisa de marca ou tráfego direto.

A ferramenta de comparação de modelos é um ótimo lugar para começar a ir mais fundo.

Aqui você pode analisar alguns modelos de atribuição diferentes, como o “Primeiro clique”, que fornece dados com base em como os visitantes chegaram ao seu website ou no Decaimento do tempo, dando mais crédito às visitas mais próximas da conversão final.

Aqui estão algumas perguntas que você deveria fazer:

  • Quais canais melhoram mais quando você passa do último clique para a atribuição do primeiro clique? Esses podem ser os canais que estão impulsionando sua conscientização inicial e, portanto, não recebem o crédito que merecem no modelo padrão do Google Analytics. Estes estão sendo negligenciados dentro de seu planejamento de marketing?
  • Outra questão a ser perguntada é se existem canais que saltam para você como mais ou menos efetivos quando você revisa outros modelos, como decaimento temporal ou linear. Especialmente se sua empresa tiver um longo ciclo de vendas, esses canais podem ser eficazes na fase de consideração de seu funil, mas provavelmente não gerarão conversões de último clique.

Quando você começar a compreender melhor os diferentes modelos de atribuição, poderá realmente começar a analisar efetivamente todas as etapas do seu funil de marketing para encontrar novas oportunidades e garantir que suas campanhas funcionem juntas de maneira eficaz.

Conclusão

Os relatórios e insights abordados aqui não são exclusivos das campanhas de comércio eletrônico, gestão de marcas ou geração de leads.

Então, se você acha que algo disso pode ajudar seu marketing, mergulhe na estratégia!

Apenas certifique-se de estar sempre se movendo entre as análises e o site real para verificar suas ideias.

Muitas vezes é nesse processo que você encontrará algumas oportunidades significativas para melhorar e crescer.

Deixe um comentário!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: